Conselho Estadual de Trânsito - CETRAN RS

Bem-Vindo! 24 de Junho de 2018, 01:46

Buscar
Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Conselho Estadual de Trânsito - CETRAN RS
Brasão Governo do Estado do Rio Grande do Sul
Imprimir   Fechar
Localize o conteúdo desejado
Palavra-chave
Período
a
localizar

Notícias

Publicação 25/05/2018 às 11:46

Porto Alegre e região discutem o trânsito que desejam para o futuroPorto Alegre e região discutem o trânsito que desejam para o futuro

“Vamos falar com os cinco candidatos ao governo do Estado mais bem colocados nas pesquisas para comprometê-los com a causa da segurança no trânsito”. Com essa proposta, o presidente do Cetran/RS, Luiz Noé, encerrou no final da manhã desta quinta-feira, 24, a audiência pública que reuniu comunidade do trânsito e público em geral da Capital, Região Metropolitana, Vale do Sinos e Litoral Norte.

O evento atende à lei federal 13.614/18, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), cujo objetivo é reduzir pelo menos à metade, em dez anos, o índice de mortes no trânsito em relação a 2018. O resultado das audiências será encaminhado ao Contran, com o objetivo de propor e implementar políticas públicas baseadas nas demandas da sociedade.

O governador José Ivo Sartori abriu o encontro ampliando a questão que serve de provocação ao evento: em vez de perguntar que trânsito queremos, propôs que nos perguntemos que Rio Grande do Sul queremos. Para ele, a violência que vemos no trânsito é a mesma que vemos em outros aspectos da vida; portanto, para evoluirmos, é necessário mudar o estado de espírito das pessoas, mediante respeito mútuo e sobretudo maior valorização da vida.

O presidente Luiz Noé fez um histórico dos problemas atuais do trânsito, citando o crescimento da frota desde os anos 50 e passando pela opção do governo JK pelo modal rodoviário. Lembrou a concentração demográfica nos centros urbanos e as questões de infraestrutura envolvida: “o desafio é trabalhar com o caos presente, planejando o futuro. Daí a importância de espaços de discussão, tais como as audiências públicas que estamos promovendo”.

Beto Albuquerque, que quando deputado federal propôs a lei que embasa o Pnatrans, lembrou que a Década Mundial pela Segurança no Trânsito, instituída pela ONU em 2011 e da qual o Brasil é signatário, já se encontra em seus últimos anos, sem que tenham sido tomadas medidas efetivas em nível nacional. Acreditando na importância da fiscalização, citou os exemplos da França e da Espanha, países que, abordando anualmente mais de 50% das suas frotas, reduziram a acidentalidade em 70% desde o início da Década. “A lei será uma ferramenta útil, se obtiver a adesão da sociedade”.

O diretor-geral Paulo Kopschina reforçou a ideia de responsabilidades conjuntas: “o Estado deve ser atuante, ampliando suas ações, e a sociedade precisa deixar claro que não há mais espaço para excessos e imprudências: todos precisam conhecer as consequências de suas decisões e colocar-se no lugar do outro”.

Após as manifestações das autoridades, foram feitas apresentações pelo DetranRS, PRF, CRBM, Instituto Zero Acidente, Secretaria Municipal da Saúde e EPTC. Representando a Autarquia, o colega Maiquel Veloso (AssTec) trouxe dados estatísticos da acidentalidade em POA e região metropolitana, e a colega Laís Silveira (DivEduc) apresentou os principais “produtos” da Divisão, como Programa de Formação Inicial e Continuada em Educação para o Trânsito – FIC, cursos EAD da EPT e instrumentalização dos multiplicadores. Confira as apresentações do Maiquel e da Laís.

Além dessa audiência pública e das demais que estão sendo promovidas pelo interior do Estado, o Cetran/RS, com apoio do DetranRS, disponibilizou um hotsite com um breve questionário, para que a população gaúcha possa participar ativamente do processo. São cinco perguntas essenciais para traçar o diagnóstico do trânsito do Estado. E você, já respondeu o questionário?!


Publicação 11/05/2018 às 14:37

Presidente do Cetran/RS, Luiz Noé Souza SoaresComunidade da Serra discute em Caxias do Sul melhorias para o trânsito

O presidente do Conselho Estadual de Trânsito, Luiz Noé, deu início à audiência pública Qual é o trânsito que você quer? em Caxias do Sul nesta quinta-feira, 10, destacando o papel de toda a sociedade para enfrentar um problema da magnitude da acidentalidade no trânsito. Nessa edição, o evento contou com a presença do ex-deputado Beto Albuquerque, criador do projeto que se transformou na lei federal 13.614/18, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito.

O Detran/RS esteve representado pelo diretor Rodrigo Chies (DAF). Colegas da AssTec e Diveduc procuraram instrumentalizar autoridades e comunidade local com informações, a fim de colaborar para a elaboração de metas e projetos com vistas à maior segurança no Estado.

Maiquel Veloso (AssTec) levou ao evento dados estatísticos da acidentalidade e do trânsito em geral na região. Caroline Amaral (DivEduc) abordou as possibilidades de mudanças de comportamento propiciadas pela educação e formas de multiplicar conhecimento. Rosimeri Bertuzzi (AssTec) tratou de informações sobre o programa nacional Vida no Trânsito, do qual a Autarquia participa, voltado mais especificamente para a saúde e para o acidente de trânsito visto como epidemia.

As assessoras Juliana Oliveira (DAF) e Sibele Batezini (DG) também marcaram presença na audiência.

Publicação 27/04/2018 às 11:43

CetranRS reúne comunidade do Noroeste para debater o trânsito que queremos

Falando sobre a importância da participação efetiva de toda a sociedade no desenvolvimento de soluções eficazes para chegar à maior segurança no trânsito, o presidente do Conselho Estadual de Trânsito, Luiz Noé, deu início à audiência pública Qual é o trânsito que você quer? nesta quinta-feira, 26, em Santo Ângelo. Ele ressaltou que praticamente todos os acidentes são evitáveis, e que é fundamental esse trabalho de construção conjunta para salvar vidas.

O evento contou com a presença do prefeito Jacques Barbosa, de Santo Ângelo. Também compuseram a mesa representantes do Ministério Público do Estado, Polícia Rodoviária Federal, Comando Rodoviário da Brigada Militar, Famurs, chefia de Polícia e  ONG Zero Acidente. Os municípios de Cruz Alta, São Luiz Gonzaga, Santa Rosa, São Borja, Itaqui e Ijuí  integram o encontro que  é o primeiro de uma série que coletará as opiniões das comunidades  das diferentes outras regiões do Estado até o início de julho. O CetranRS coordena no Estado essa pesquisa, que pode ser respondida também pelo link https://sites.google.com/view/pnatrans/. Trata-se do cumprimento da lei federal 13.614/18, que institui o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), cuja meta é reduzir pelo menos à metade, em dez anos, o índice de mortes no trânsito em relação a 2018.

O DetranRS esteve representado pelo diretor administrativo e financeiro Rodrigo Chies e pela chefe da Divisão de Fiscalização, Ana Jodelis, da Diretoria Institucional. Chies acredita que as dificuldades enfrentadas pelo Estado não podem impedir a busca de soluções para salvar vidas: “uma ideia entre muitas é a parceria com a Secretaria de Educação, para que nossos materiais educativos atinjam todas as escolas. Outra é o incremento da fiscalização, através da Balada Segura.”

O DetranRS levou ao evento dados estatísticos da acidentalidade e do trânsito em geral na região, como a evolução da frota e do número de condutores, o mapa da acidentalidade fatal, os municípios com mais mortos no trânsito, os acidentes analisados por tipo de via, turno e dia da semana e o perfil das vítimas. A educação para o trânsito esteve presente com uma palestra da pedagoga Adriana Reston, da Escola Pública de Trânsito da Autarquia. Seu objetivo era orientar municípios, ONGs e outros interessados em disseminar a segurança no trânsito através da mudança de comportamento.

Em agosto, o CetranRS encaminhará todos as sugestões coletadas ao Conselho Nacional de Trânsito, que estabelecerá as metas para o período setembro 2018 a setembro 2019. Esse documento tem sua divulgação prevista para a Semana Nacional de Trânsito, entre 18 e 25 de setembro.

Publicação 23/04/2018 às 16:40

programação do eventoCetranRS inicia em Santo Ângelo série de audiências públicas sobre trânsito

O Conselho Estadual de Trânsito do RS realiza nesta quinta-feira, 26, audiência pública em Santo Ângelo para coletar junto à comunidade do Noroeste do Estado suas sugestões para a melhoria do trânsito no Rio Grande do Sul.

O evento, que abrange também os municípios de Santo Ângelo, Santa Rosa, São Borja, Itaqui e Ijuí, é o primeiro de uma série que até julho será reprisado em Porto Alegre, Caxias do Sul, Pelotas, Santa Maria e Passo Fundo. Nessas ocasiões, serão ouvidos gestores de trânsito municipais, pesquisadores, entidades representativas das áreas de trânsito e mobilidade e também qualquer cidadão interessado no tema que deseje participar.

Trata-se do cumprimento da 
lei federal 13.614/18, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), cuja meta é reduzir pelo menos à metade, em dez anos, o índice de mortes no trânsito em relação a 2018. 

Para que a população gaúcha possa tomar parte ativamente do processo, para além dos seis encontros presenciais previstos, está sendo disponibilizado pelo CetranRS, com apoio do DetranRS, o hotsite Qual é o trânsito que você quer?, que pode ser acessado pelo link: https://sites.google.com/view/pnatrans/

Neste endereço, em cinco questões essenciais que podem ser respondidas em apenas alguns minutos, qualquer cidadão pode ajudar a traçar o diagnóstico do trânsito no Estado. O hotsite também detalha o andamento das audiências e os resultados gerais da pesquisa.

Em agosto, o CetranRS encaminhará esses resultados para o Conselho Nacional de Trânsito, que estabelecerá, a partir de informações oriundas de todo o País, as metas para o período setembro 2018 a setembro 2019. Esse documento tem sua divulgação prevista para a Semana Nacional de Trânsito, que transcorre entre 18 e 25 de setembro.

O Pnatrans é coordenado no Estado pelo CetranRS, com apoio de DetranRS, Comando Rodoviário da Brigada Militar, Polícia Rodoviária Federal, Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro, Federação das Associações de Municípios do RS, Associação Gaúcha de Municípios, União dos Vereadores do RS, Fundação Thiago de Moraes Gonzaga e Instituto Zero Acidente.

 

O quê: Audiência pública Qual é o trânsito que você quer?

Onde: Faculdade Cnec - rua Dr. João Augusto Rodrigues 471 - Auditório Azul, em Santo Ângelo

Quando: Quinta-feira, dia 26, das 8h ao meio-dia

Entrada franca e aberta a todos os interessados

Publicação 10/04/2018 às 09:27

Qual é o trânsito que você quer?Qual é o trânsito que você quer?

Qual é o trânsito que você quer?

Reduzir pelo menos à metade, em dez anos, o índice de mortes no trânsito em relação a 2018. Para atender ao chamado da
lei federal 13.614/18, que instituiu o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (PNATRANS), o RS irá propor e implementar políticas públicas baseadas nas demandas da comunidade.

Para que a população gaúcha possa participar ativamente do processo, o CetranRS, com apoio do DetranRS, colocou no ar um
hotsite que traz cinco perguntas essenciais para ajudar a traçar o diagnóstico do trânsito aqui do estado. O hotsite pode ser acessado por meio deste link: https://sites.google.com/view/pnatrans/

Escuta social
Além da ativação do hotsite, o CetranRS irá promover seis audiências públicas regionalizadas, ainda neste primeiro semestre, para ouvir gestores de trânsito municipais, pesquisadores, entidades representativas das áreas de trânsito e mobilidade e demais interessados no tema. O cronograma dos encontros é o seguinte:

26/04 – Santo Ângelo
10/05 – Porto Alegre
24/05 – Caxias do Sul
07/06 – Pelotas
20/06 – Santa Maria
05/07 – Passo Fundo

O
hotsite do PNATRANS/RS irá trazer detalhes sobre o andamento das audiências e os resultados gerais da pesquisa, previstos para o início do mês de agosto.

Publicação 25/10/2017 às 16:16

Conselheiros do CETRAN/RS biênio 2017-2019CETRAN/RS empossa Conselheiros para o biênio 2017-2019

Foi realizado na tarde de ontem (24.10) no Auditório do DAER, a posse dos Conselheiros do CETRAN/RS para o biênio de 2017-2019. São 44 membros indicados por suas instituições e nomeados pelo Governador do Estado com a competência para, entre outras, julgar os recursos interpostos contra decisões dos órgãos e entidades executivos estaduais e dirimir conflitos sobre circunscrição e competência de trânsito no âmbito dos municípios.

O Presidente, Luiz Noé, iniciou seu discurso parafraseando “que ninguém pode entrar duas vezes no mesmo rio, pois quando nele se entra novamente, não se encontram as mesmas águas”. Fez referência ao trabalho dos antigos Presidentes do órgão, Jaime Lobo, Sérgio Teixeira e Ivan Poggere, os quais contribuíram para que o CETRAN obtivesse êxito nas suas demandas. Aludiu o grupo de colaboradores dentre servidores, estagiários e terceirizados, todos qualificados, que trabalham em harmonia com os Conselheiros e mais; o julgamento é o término de um processo, mas que a verdadeira contribuição é ver a mobilidade humana e a realização de parcerias para salvar vidas!

Na questão das parcerias, referenciou o Corpo de Bombeiros, a Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC), as Universidades, o Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Frente Parlamentar do Trânsito Seguro, na pessoa da Deputada Liziane Bayer.

Por fim, enfatizou que “Cetran é uma instituição em que podemos ter orgulho de pertencer ao Estado”.

 

Confira abaixo a relação completa dos conselheiros nomeados:

Associação Gaúcha Municipalista – AGM:
LIÉVERSON LUIZ PERIN
GLEI CABRERA MENEZES

Brigada Militar:
MARCUS VINÍCIUS SOUZA DUTRA
EGON MARQUES KVIETINSKI

DAER:
ROGÉRIO BRASIL UBERTI
ROGÉRIO REIS DOS SANTOS

DETRAN:
ILDO MÁRIO SZINVELSKI
ROSANE CRIVELLA
RODRIGO CHIES
SIBELE DA SILVA BATEZINI

Empresa Pública de Transporte e Circulação – EPTC:
MARCELO SOLETTI DE OLIVEIRA
LUCIANE MARTINS PINHEIRO

Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul – FAMURS:
ELISÂNGELA HESSE
RODRIGO DOS SANTOS

Federação das Empresas de Transportes Rodoviários de passageiros do Estado do Rio Grande do Sul – FETERGS:
PEDRO LOURENÇO GUARNIERI
GERSON ZANG TOIGO

Federação das Empresas de Logística e Transporte de Cargas no Estado do Rio Grande do Sul – FETRANSUL:
MAURINIZE TERESINHA MARQUES DIAS
ROSELAINE LOURENÇO KARDEL

Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado do Rio Grande do Sul- FECOMÉRCIO:
EDSON LUIS DA CUNHA
EDUARDO CORTEZ BALREIRA

Federação dos Taxistas e Transportadores Autônomos de Passageiros do Estado do Rio Grande do Sul – FECAVERGS:
MOACIR DA SILVA
LIANA FUZER ROSSO

Federação dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Rio Grande do Sul:
LUIZ CARLOS VEIGA MARTINS
PAULINO ROGÉRIO MARQUES CORRÊA

Fundação Thiago de Moraes Gonzaga – Vida Urgente:
MARIA EDI DE MORAES GONZAGA
SERGIO AIRTO VARGAS

Município de Caxias do Sul:
CARLOS BERALDO
ROCHELLE TAÍS FIORIO

Município de Pelotas:
CLARISSA SAFONS FOLHARINI
CLÉO BARBOSA CARDOZO

Município de Porto Alegre:
FABIO BERWANGER JULIANO
GIOVANA ALBO HESS

Polícia Civil:
FERNANDO ANTÔNIO SODRÉ DE OLIVEIRA
CARLO BUTARELLI

Secretaria da Modernização Administrativa e dos Recursos Humanos – SMARH:
ADRIANA MORAES DE ALMEIDA
LEANDRO ANDREOLI BALEN

Representantes da área de Medicina:
HENRIQUE RODRIGUES
ZIAD WADIE BISHARA BADRA

Representantes com notório saber na área de trânsito:
SERGIO RENATO TEIXEIRA
KELLY MORAES CAVALHEIRO

Representantes da área de Psicologia:
ANA LUIZA REINIGER DA LUZ
MIQUEIAS RODRIGUES

Representantes da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável:
ANDRÉ LUIS PINHEIRO GOULART
CLÁUDIO DAUDT VANNI

<<  Anterior |  1 |  2 |  3 |  4 |  5 |  6 |  7 |  8 |  9 |  10 |  11 |  12 |  13 |  14 |  15 |  16 |  17 |  18 |  19 |  20 |  21 |  22 |  23  |  Próxima   >>

Conselho Estadual de Trânsito - CETRAN RS

Expediente:
Av. Voluntários da Pátria, 1358
Porto Alegre, Rio Grande do Sul
CEP 90230-010
Horário de atendimento: das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h de segunda à sexta.
E-mail: atendimento@cetran.rs.gov.br - Fone: (51) 3288-1801


site da Procergs

Expediente
Horário de atendimento: das 08h às 17h de segunda à sexta.
Av. Borges de Medeiros, 1555 - 13º andar - Praia de Belas - Porto Alegre/RS - CEP 90110-150


site da Procergs

Se desejar enviar este conteúdo para mais de um destinatário,
separe os e-mails com (;) ponto-e-vírgula.
Campos com asterísco (*) são de preenchimento obrigatório.

*Nome do remetente
*E-mail do remetente
*E-mail(s) destinatário(s)
Mensagem
Limpar formulário
Enviar formulário
Conselho Estadual de Trânsito - CETRAN RS

E-Mail: cetran@cetran.rs.gov.br -
Compartilhar